AVALIAÇÃO DO CICLO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA NAS FARMÁCIAS HOSPITALARES DE MOGI GUAÇU E MOGI MIRIM- SP

Clélia Maria da Silva PEREIRA, Camila Stefani Estancial FERNANDES

Resumo


Dentre os diversos setores do hospital, a farmácia hospitalar é a que
mais se destaca pela sua capacidade de produção e atendimento, garantindo qualidade de assistência farmacêutica prestada ao paciente por meio do uso seguro e racional de medicamentos. As unidades de farmácia hospitalar devem contar com farmacêuticos e auxiliares em número apropriado para a realização eficaz das atividades no ciclo da assistência farmacêutica, garantindo qualidade, segurança e o uso adequado dos medicamentos. Neste sentido, o presente trabalho teve como objetivo conhecer e caracterizar o ciclo da assistência
farmacêutica nas farmácias hospitalares dos principais hospitais de
Mogi Guaçu e Mogi Mirim. Trata-se de um estudo descritivo que caracterizou as atividades da assistência farmacêutica de quatro hospitais localizados nos municípios de Mogi Guaçu e Mogi Mirim – SP, por meio de um questionário específico aplicado aos farmacêuticos responsável pelas unidades estudadas. Os resultados insatisfatórios nos quatro hospitais estudados foram relacionados aos
componentes clínicos (seguimento farmacoterapêutico) e ensino e pesquisa, e os satisfatórios foram relacionados à atividade de programação e aquisição. Os dados são preocupantes, por serem consideradas atividades importantes da farmácia hospitalar. O presente trabalho permite que os serviços farmacêuticos hospitalares estudados, sejam explorados pelos gestores das unidades e possamcontribuir para a melhoria da qualidade dos serviços prestados aos usuários da rede de farmácias hospitalares dos municípios de MogiGuaçu e Mogi Mirim indicando caminhos para a tomada de decisão e para a gestão.


Palavras-chave


Hospital, Farmácia Hospitalar, Medicamentos, Assistência Farmacêutica.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAUJO, A.L.A, et al. Assistência Farmacêutica como um Modelo Tecnológico em Atenção Primaria à Saúde. Rev. Ciênc. Farm. Básica Apl., v. 26, n.2, p. 87-92, 2005- Ribeirão Preto-SP. Disponível em: Acesso em: 17 out 2015.

BARRETOS, H.A.G; Guia de Orientação do Exercício Profissional em Farmácia Hospitalar. Comissão de Farmácia Hospitalar, 2012. Disponível em:

BIANCHINI, J.R.L; et al. Sistema de Informação Hospitalar no Planalto Serrano Catarinense. Florianópolis, SC. 2002.

Disponível em: Acesso em:03 set 2015.

BRASIL. Portaria n. 569 de 19 de agosto de 2002. Define a tabela de nível de hierarquia e dá outras providências. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência Saúde. Diário Oficial da União, 2002.

BRASIL. Resolução de Diretoria Colegiada n.º 210 de 04 de Agosto de 2003.

Determina a todos os estabelecimentos fabricantes de medicamentos, o cumprimento das diretrizes estabelecidas no Regulamento Técnico das Boas Práticas para a Fabricação de Medicamentos e dá outras providências. Diário Oficial da União 2003.

BRASIL. Resolução de Diretoria Colegiada n.º 67 de 8 de Outubro de 2007. Aprova o Regulamento Técnico sobre Boas Práticas de Manipulação de Preparações Magistrais e Oficinais para Uso Humano em farmácias e seus Anexos. Diário Oficial da União 2007.

CASTRO CGS, CASTILHO SR, Diagnóstico da Farmácia Hospitalar no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2004.

CAVALLINI, M. E; BISSON, M.P. Farmácia Hospitalar: Um enfoque em sistema de saúde. 2. ed. Barueri, SP: Ed. Manole, 2010.

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA, CFF. Resolução nº 300 de 30 de janeiro de 1997. Disponível em: http://www.cff.org.br/userfiles/file/resolucoes/300.pdf> Acesso em: 20 set 2013.

CONSELHO REGIONAL DE FARMACIA, CRF. SP. Cartilha da Farmácia

Hospitalar, Abril de 2013.

GIMENES, M. Guia de Orientação do Exercício Profissional em Farmácia Hospitalar Comissão de Farmácia Hospitalar, 2012.

Disponível em:

JACOB. R. A importância da informática na administração hospitalar. Centro Universitário Nilton Lins especialização em administração hospitalar e serviços de saúde. Manaus, 2001.Disponível em: acesso em 27 out 2015.

LEÃO, A.M., et al.Atenção Farmacêutica no Tratamento Oncológico em uma Instituição Pública de Montes Claros-mg. revBrasFarmHospServSaúde. São Paulo v.3 n.1 11-14 jan./mar. 2012. Disponível emAcesso em 20 fev 2015.

MIASSO, A.I. et al.Erros de medicação: tipos, fatores causais e providências tomadas em quatro hospitais brasileiros.Rev.Esc. Enferm USP.v.4 p. 524-32. Disponível em: Acesso em: 01 set 2015.

NETO, J.F.M. Farmácia Hospitalar e suas interfaces com a saúde. 1.ed. São Paulo: Ed. Rx Editora & publicidade Ltda., pag. 32-93, 2005.

REIS, A. M. M; PERINI, E. Desabastecimento de medicamentos: determinantes, consequências e gerenciamento.Cien. Saúde Colet., 2008

Disponível em:

Acesso em: 07 set 2015.

ROSA, L. S; PINEDO, F. J. R. A importância do farmacêutico dentro de um programa de controle de infecção hospitalar (PCIH). Ministério da Saúde, 1998.

Disponível em acesso em: 28 out 2015.

SANTOS, G. A.. A. Gestão de Farmácia Hospitalar. 2. ed. São Paulo: Ed. Senac (Serie Apontamentos). 2006.

SARTORI, M.R.K. Guia do Exercício Profissional em Farmácia Hospitalar de

Orientação. Comissão de Farmácia Hospitalar.2012. Disponível em: acesso em: 28 out 2015.

SBRAFH. Padrões mínimos para farmácia hospitalar e serviços de saúde. Goiânia, 2007.

SILVA, M.A. PEREIRA DA. Aplicação do método curva abc de Pareto e sua

contribuição para gestão das farmácias hospitalaresFundação Oswaldo Cruz, Recife 2010.Disponível em : https://scholar.google.com.br/scholar>Acesso em: 02 set 2015.

SILVA. M. J. S. et. al. Avaliação dos serviços de farmácia dos hospitais estaduais do Rio de Janeiro, Brasil. Ciênc. saúde coletiva vol.18 n.12 Rio de Janeiro, 2013.

Disponível em: Acesso em 15 fev 2015.

SIMONETTI, V. M. M. et al. Seleção de medicamentos, classificação ABC e redução do nível dos estoques da farmácia hospitalar. XXVII Encontro Nacional de Engenharia e produção (ENEGEP), 2007.Disponível em:

Acesso em: 27 out.2015.

SOUSA, A. A. Análise do Sistema de Controle Interno de Hospitais: Estudo de Casos Múltiplos no Setor Farmácia. VII CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO, 2011. Disponível em: . Acesso em: 07 set 2015.

TORRES, M. R., et. al. Atividades da farmácia hospitalar brasileira para com pacientes hospitalizados: uma revisão da literatura, Ciência e Saúde Coletiva, 2007.

VENTURA. C.et.al. Serviços farmacêuticos no Âmbito da farmácia hospitalar: Uma Revisãoda Literatura, 2011. Disponível em:

Acesso em: 28 jan 2015.

VERONESE, I. Guia de Orientação do Exercício Profissional em Farmácia Hospitalar Comissão de Farmácia Hospitalar, 2012. Disponível em: www.crfpr.org.br/uploads/comissao/9147/guia_farmacia_hospitalar.pdf > Acesso em: 13 mar 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.