APLICAÇÃO DE BIOFILME COMESTIVEL A BASE DE QUITOSANAE DEXTRINA EM PERAS ARMAZENADAS SOB REFRIGERAÇÃO

Jéssica Cássia ALMEIDA, Marcela Aparecida DEZIDERIO, Rafael Resende MALDONADO

Resumo


A pera é um fruto comestível que possui propriedades nutritivas tais
como vitaminas, sais minerais e fibras. Contudo este fruto é perecível
e necessitada aplicação de diferentes tecnologias para prolongar avida
de prateleira. Uma das formas de se obter isso é através da utilização
de biofilmes comestíveis, os quais ampliam a conservação de alimentos. O objetivo deste estudo foi aplicar um biofilme comestívela base de quitosana (1% m/v) e dextrina (3% m/v) e/ou branqueamento químico,visando ampliar o tempo de conservação de peras minimamente processadas armazenadas sobre refrigeração. Quatro formulações foram avaliadas: (i) controle (sem tratamento); (ii) biofilme; (iii) branqueamento e (iv) biofilme + branqueamento. As peras foram armazenadas em dois tipos de embalagens: bandejas de polietileno e em sacos plásticos de polietileno com sistema de fechamento. As amostras com aplicação de biofilme tiveram menor escurecimento enzimático, enquanto as que sofreram branqueamento com ácido cítrico (1% m/v) tiveram maior escurecimento, ao contrário do esperado. As peras tratadas com biofilme mantiveram-se íntegras para o consumo por 5 dias sob refrigeração (4°C). Não houve diferença significativa na aparência visual das peras embaladas em bandeja ou em sacos plásticos. A aplicação do biofilme comestível a base de quitosana e dextrina permitiuaumento da vidade prateleira das peras sobre refrigeração nas embalagens avaliadas.


Palavras-chave


Biofilme. Pera. Quitosana. Dextrina.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARIZ, A.; LIMA, M.A.C.D.; TRINDADE, D.C.G.D.; SANTOS, A.C.N.D;

RIBEIRTO, T.P. Recobrimentos à base de carboximetilcelulose e dextrina em mangas ‘Tommy Atkins’ armazenada sob refrigeração. Ciência Rural, 40(10), s.p., 2010.

ASSIS, O.B.G.; da SILVA, V.L. Caracterização estrutural e da capacidade de absorção de água em filmes finos de quitosana processados em diversas concentrações. Polímeros, 13(4), p.223-228, 2003.

AZEVEDO, V.V.C.; CHAVES, S.A.; BEZERRA, D.C.; LIA FOOK, M.V.; COSTA, A.C.F.M. Quitina e quitosana: aplicações como biomateriais. Revista Eletrônica de Materiais e Processos, 2(3), p.27-34, 2007.

BATISTA, P.F.; SANTOS, A.; PIRES, M.; DANTAS, B.F.; PEIXOTO, A.R.;

ARAGÃO, C.A. Utilização de filmes plásticos e comestíveis na conservação póscolheita de melão amarelo. Horticultura Brasileira, 25 (4), p. 572-576, 2007.

BOTREL, D.A.; SOARES, N.D.F.F.; CAMILLOTO, G.P.; FERNANDES, R.V.D.B.

Revestimento ativo de amido na conservação pós-colheita de pera Williams minimamente processada. Ciência Rural, 40(8), p.1-7, 2010.

CASTILHO, T.G.; BRANDINI, M.T.; DEZIDERIO, M.A.; MALDONADO, R.R.

Aplicação de biofilme comestível em maçãs minimamente processadas

armazenadas sob refrigeração. Trabalho de Conclusão de Curso (Química Industrial), Faculdades Integradas Maria Imaculada, Mogi Guaçu, 2015.

COLLA, R.E. Biofilmes de farinha de amaranto adicionados de ácido esteárico:elaboração e aplicação em morangos frescos (Fragaria ananassa). Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos), Faculdade de Engenharia de Alimentos, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

da COSTA RIBEIRO, A.S.; AGUIAR-OLIVEIRA, E.; MALDONADO, R.R.

Optimization of osmotic dehydration of pear followed by conventional drying and their sensory quality. LWT-Food Science and Technology, 72, p.407-415, 2016.

COUTINHO, E.F.; MALAGRIM, M.B.; SOUZA, E.L.D.; TREPTOE, R.O. Qualidade pós-colheita de pêra (Pyruscommunis L.) cultivar carrick submetida a diferentes condições de armazenamento. Revista Brasileira de Fruticultura, 25(3), p.417-420, 2003.

ESTELLES, R.S. Importância do controle da temperatura e do tratamento térmico na preservação dos nutrientes e da qualidade dos alimentos. Monografia (Especialização em Qualidade em Alimentos), Universidade de Brasília, Brasília, 2003.

de ESTUDOS, N. Pesquisas em Alimentação-NEPA/Universidade Estadual de Campinas. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO). 4ª. Edição Revisada e Ampliada. Disponível em: http://www. unicamp. br/nepa/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada. pdf.

FAKHOURI, F.M.; FONTES, L.C.B.; GONÇALVES, P.D.M.; MILANEZ, C.R.;

STEEL, C.J.; COLLARES-QUEIROS, F.P. Filmes e coberturas comestíveis compostas à base de amidos nativos e gelatina na conservação e aceitação sensorial de uvas Crimson. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 27(2), p.369-375, 2007.

FONTES, L. C. B.; SARMENTO, S. B. S.; SPOTO, M. H. F.; DIAS, C. T. D. S.

Conservação de maçã minimamente processada com o uso de películas

comestíveis. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 28(4), p.872-880, 2008.

FOPPA, T.; TSUZUKI, M.M.; SANTOS, C.E.S. Caracterização físico-química da geleia de pêra elaborada através de duas cultivares diferentes: pêra d´água (Pyruscommunis L.) e housui (PyruspyrifoliaNakai). Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, 11(1), p.21-25, 2009.

GARCIA, L.C. Aplicação de coberturas comestíveis em morangos minimamente processados. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos), Faculdade de Engenharia de Alimentos, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2009.

GOMES, R.P. Fruticultura brasileira. Reimpressão Livraria Nobel S.A., São Paulo, 2007.

LEMOS, O.L.; REBOUÇAS, T.N.H.; JOSÉ, A.R.S.; VILA, M.T.R.; SILVA, K.S.

Utilização de biofilme comestível na conservação de pimentão ‘Magali R’ em duas condições de armazenamento. Bragantia, p.693-699, 2007.

MUSSI, L.; PEREIRA, N. Desidratação osmótica de fatias de banana nanica revestidas com biofilmes comestíveis. BlucherChemicalEngineeringProceedings, 1(2), 3293-

, 2015.

de OLIVEIRA, B.S.; NUNES, M.L. Avaliação de quitosana de caranguejo-uçá (Ucidescordatus) como biofilme protetor em caju. Scientia Plena, 7(4), p.1-6, 2011.

PARK, K.J.; YADO, M.K.M.; BROD, F.P.R. Estudo de secagem de pêrabartlett (Pyrussp.) em fatias. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 21(3), p.288-292, 2001.

PEREIRA, M.E.C.; SILVA, A.; SANTOS, V.; SOUZA, E.G.; LEDO, A.; LIMA, M.; AMORIM, T.B.F. Aplicação de revestimento comestível para conservação pós-colheira da manga Tommy Atkins em temperatura ambiente. In: Anais do Congresso Brasileiro

de Fruticultura, 2005.

RIBEIRO, T.P.; LIMA, M.A.C.D.; TRINDADE, D.C.G.D.; SANTOS, A.C.N.D.;

AMARIZ, A. Uso de revestimentos à base de dextrina na conservação pós-colheita de manga ‘Tommy Atkins’. Revista Brasileira de Fruticultura, 31(2), p.343-351, 2009.

RODRIGUES, D. G.; DA SILVA, N. B. M.; REZENDE, C.; JACOBUCCI, H. B.; FONTANA, E. A.Avaliação de dois métodos de higienização alimentar.Saúde e Pesquisa, 4(3), p.341-350, 2011.

SANTOS, V. S.; ARAÚJO, W. R. J.; TEIXEIRA, R.; NASCIMENTO, J.;

BITTENCOURT, C.; BOULLOSA, C.Escurecimento Enzimático em Frutas. In: VII CONNEPI-Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação, 2012.

SANTOS, Q.H.; SILVA, T.L.; MALDONADO, R.R. Avaliação de Morangos

Orgânicos Revestidos com Biofilme Comestível de Dextrina e Quitosana. In: Anais do X Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos, 2013, Campinas.

SILVA, M.C.C.; ATARASSI, M.E.; FERREIRA, M.D.; MOSCA, M.A. Qualidade póscolheita de caqui ‘fuyu’ com utilização de diferentes concentrações de cobertura comestível. Ciência e Agrotecnologia. 35(1), p.144-151, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.